Pegue qualquer filme de uns 15 anos para trás que tenha como pano de fundo a área de finanças e com certeza você vai ver homens engravatados, com caras sisudas e atrás de pilhas e pilhas de papel. Quando a tecnologia dos computadores ainda estava engatinhando e sendo difundida pelo globo, era comum uma grande utilização de papel na área de finanças, o que deixava o trabalho mais lento e maçante.


Mas, hoje, os profissionais da área nada lembram o estereótipo. A área financeira é uma das que passam pela maior transformação digital no momento, exigindo que os profissionais invistam em cursos para se adaptarem aos novos tempos. A tecnologia está tão presente na área que diversos cursos a inseriram nos seus currículos.


Com a multiplicação de fintechs (startups que integram tecnologia na área de finanças), os profissionais precisam voltar seus olhares também para novas ferramentas digitais. E quem não acompanhar essa tendência pode acabar perdendo espaço nos próximos anos.


Por isso criamos esse post. Veja quais são as principais tendências em cursos de finanças para você não ficar para trás nesse mercado competitivo. Confira!

 

O que o mercado aponta como tendência em cursos de finanças?

 

Como falamos no início deste artigo, hoje o mercado de finanças está em ampla transformação devido à tecnologia. Todos os dias surgem bancos e instituições financeiras com formatos completamente online, com processos inovadores e fazendo uso de tecnologias disruptivas, como a inteligência artificial, as famosas fintechs.



Toda essa mudança também reflete na formação do profissional que pretende entrar no mercado ou para aquele que já está e deseja subir na carreira, fazendo algum curso em finanças.


Coordenadora acadêmica da Saint Paul e professora de economia, Eliane Teixeira dos Santos faz um alerta para quem deseja trabalhar ou já atua na área de Finanças:

 

“Temos hoje algo completamente inovador vindo do mercado financeiro, e é esse mercado financeiro que acaba ditando como as empresas e suas respectivas áreas de finanças vão evoluir daqui pra frente. E o que essa tendência direciona é ter um maior conhecimento em tecnologia, sem dúvida nenhuma”, explica.

 

Ao fazer uso de ferramentas cada vez mais velozes e práticas, o mercado vai precisar de profissionais capacitados que entendam tanto de inovação quanto de finanças. A junção desses dois conhecimentos, de acordo com Eliane, é cada vez mais necessária, e é muito difícil encontrar pessoas que entendam das duas coisas.



O profissional que deseja avançar na carreira vai ter que se capacitar. Os próprios cursos de pós em Finanças, nas melhores escolas de negócios do país, estão inserindo cada vez mais o assunto da tecnologia dentro de suas grades curriculares.



Mas o que os cursos em finanças podem oferecer ao profissional desta nova era? Listamos algumas das principais tendências em cursos do mercado financeiro, até porque é ele que acaba ditando quais os conhecimentos que procura em seus profissionais.

 

As principais tendências em cursos na área de finanças

 

1. Computação cognitiva e machine intelligence

 

Uma pesquisa da Febraban sobre tecnologia bancária revelou que 80% dos bancos consultados afirmaram investir em inteligência artificial e em computação cognitiva.



Isso quer dizer que cada vez mais os processos serão automatizados, e o impacto que isso traz diz respeito a uma maior habilidade no processamento de informações relativas ao comportamento do cliente.

 

2. Big Data

 

A análise de grandes volumes de dados não é somente uma das principais tendências do mercado financeiro, como representa uma verdadeira revolução no setor. Há muitas vantagens em acompanhar essas tendências. Podemos destacar algumas, como:

 

  • O aumento da visão estratégica;
  • A otimização de processos internos;
  • A ampliação da capacidade de oferecer soluções aos clientes.

 

3. Inteligência exponencial

 

Ela envolve o uso de soluções que se integram de maneira mais profunda ao ambiente corporativo. A partir dela, softwares aprendem com o usuário a melhor forma de exibir conteúdos e personalizar a sua experiência de uso automaticamente.

 

4. Everything as a Service

 

A oferta de pacotes de serviços com maior abertura para personalização de acordo com a necessidade do cliente é conhecida no mercado financeiro como Everything as a Service.

 

Isso significa uma grande mudança na maneira como a companhia mantém o seu modelo de negócios, já que os consumidores passam a ter mais liberdade para personalizar produtos e pacotes de serviços.

 

Tecnologia é ferramenta e não substitui pessoas

 

Embora todas essas tendências utilizem a inteligência artificial, sempre haverá a necessidade de um especialista para acompanhar o processo.



“A inteligência artificial sempre vai precisar da percepção do especialista para avaliar o quão factível ou quão crível é a informação que está sendo dada pela máquina”, argumenta Eliane.

 

O Guia Salarial da Robert Half, publicado anualmente, aponta que a área de finanças é uma das que mais estão em destaque. A perspectiva salarial para 2019 é otimista, podendo passar dos R$ 25 mil mensais para gerentes.

 

Lembrando, é claro, que quem investe em cursos em finanças tem mais chances de decolar na carreira.

 

Compreendeu quais são as tendências em cursos de finanças para quem quer ter um diferencial e conseguir um espaço no mercado de trabalho? Para ler mais conteúdos sobre mercado financeiro e cursos de finanças, acesse o blog da Saint Paul!

 

Elaine Borges
Coordenadora Acadêmica

Posts Relacionados

Baixe o ebook agora!
New Call-to-action
New Call-to-action
New Call-to-action
New Call-to-action
New Call-to-action
Baixe nosso infográfio: Design Thinking

Posts populares