Sobre a Saint Paul
Transformamos a vida das pessoas e a sociedade por meio do conhecimento, promovendo o melhor capital intelectual nas áreas de finanças, gestão e negócios. Neste Blog, apresentamos soluções para as principais dúvidas sobre desenvolvimento profissional, carreira e mercado, por meio de conteúdos exclusivos. Boa leitura!
saint paul p1 2.jpg

Há algum tempo você vem se preparando para ocupar uma vaga de gestão que está prestes a abrir na sua empresa, mas ficou sabendo que um colega também se candidatou a ela. Como ele é uma figura carismática, que se relaciona bem internamente e acima de tudo “vende muito bem o seu peixe”, praticamente, você já considerou essa batalha perdida, certo? Errado.


Realmente, o marketing pessoal é uma peça fundamental para alavancar a carreira, mas é possível desenvolver essa habilidade para se sair bem no ambiente de trabalho.


Auto-estima corporativa


Um dos passos para isso é avaliar a sua auto-estima corporativa. Por exemplo, ao observar seu desempenho profissional dentro da organização você “se compraria”? Você sabe o que as pessoas pensam sobre você? Você sente-se seguro em relação a si? Qual o impacto que você causa no ambiente de trabalho?


De tempos em tempos, é importante assumir o papel de protagonista da sua vida e dedicar um tempo para refletir sobre essas questões.


Essa é uma análise essencial para ser feita por quem planeja uma ascensão na carreira. Não adianta ter um currículo impecável e não ter bom relacionamento interpessoal, por exemplo. Com certeza, a ausência do marketing pessoal vai impactar negativamente sua projeção profissional.


E isso acontece porque o mercado corporativo é feito de imagem. O tempo todo estamos representando papéis de acordo com os objetivos da empresa. E quando nos deparamos com um profissional que tem características que não possuímos, passamos a ter insegurança e nos auto sabotar.


Espelhamento invertido


Nem sempre o concorrente interno é mais capacitado do que você. Mas a partir do momento que passa a supervalorizar os pontos fortes dele que, provavelmente, não sejam tão evidentes em você – de acordo com sua própria análise- , você passa a justificar sua falha e se sabotar.

 

É nessa situação, por exemplo, que você deixa de participar proativamente de uma reunião de trabalho porque acha que não falaria nada que pudesse contribuir com os demais participantes. Só que é nesse momento que seu colega - que é bom em personalizar o marketing a seu favor - levanta a mão e aborda exatamente o ponto que você está pensando, mas não falou.

 

New Call-to-action


Quando isso ocorre a tendência é que o profissional sempre enxergue o espelhamento invertido e deixe de trabalhar as qualidades positivas que possui a favor do seu crescimento profissional.


O espelhamento invertido é exatamente o contrário do que acontece quando se admira alguém e passa a se espelhar positivamente naquela pessoa.


Se você admira seu chefe, sempre vai pensar como ele agiria em determinadas situações e tentar fazer o mesmo. Porém, quando você se sente incomodado com a presença de uma pessoa, passa a eliminar dentro de si as características que lhe incomodam nela e, assim, se sabota.


E isso é um grande erro. Estima-se que apenas 15% do sucesso de um indivíduo vem do seu conhecimento/capacitação, sendo que 50% dele surge do relacionamento.


Desenvolva o marketing pessoal e aumente a auto-estima corporativa


Uma ferramenta muito produtiva para quem deseja melhorar o marketing pessoal no ambiente de trabalho é o coach, ferramenta que ajude a cuidar do seu comportamento dentro da empresa. Ele pode ser aproveitado, inclusive, por um profissional que foi promovido recentemente e precisa se reportar diretamente ao corpo diretivo, mas não se sente preparado para isso.

 

O coach pessoal ensina como se comportar diante de diferentes tipos de pessoas e situações. Alguns tipos de coachs preparam o profissional até mesmo para lidarem com as etiquetas profissionais, ensinando como se comportar à mesa, como se vestir para um evento executivo, uma reunião de trabalho ou mesmo para o dia a dia corporativo.


Portanto, existe sim maneiras de cuidar do seu marketing pessoal e buscar a oportunidade tão esperada. Só não esqueça de sempre respeitar sua essência e individualidade.

Simone Penteado
Professora dos cursos de MBA e Pós Graduação

Posts Relacionados

New Call-to-action
New Call-to-action
New Call-to-action
Baixe nosso infográfio: Design Thinking

Posts populares